Em Itapipoca envolvidos na morte do touro podem responder criminalmente


Um boi causou confusão e prejuízos para alguns logistas no centro de Itapipoca/CE, Município a 136 km de Fortaleza. O animal feriu algumas pessoas, quebrou portões de lojas, barracas de frutas, e tumulto no centro.


"A polícia veio para tentar abater o animal, mas as pessoas não saíram do meio. O boi foi para a Rua Duque de Caxias, conseguiram laçar ele e amarraram em um poste, mas ele conseguiu se soltar, invadiu uma loja de roupas e foi morto enforcado", Relata uma testemunha.


O presidente da Sociedade Protetora Ambiental no Ceará (SPA), disse que as pessoas que feriram o touro podem responder criminalmente. No entanto, cabe a Polícia Civil investigar as circunstâncias da morte do animal, por livre espontânea vontade.


Clique na imagem, e faça o orçamento.


Ainda segundo o Presidente da sociedade protetora ambiental do Ceará, o caso deve ser levado à Polícia Civil, para que seja realizada a devida investigação. Deve ser analisado se, de fato, a população fez isso para salvaguardar algum direito, como a vida de algum cidadão no entorno, ou se realmente aconteceu um típico caso de maus-tratos.


Na forma do art. 32 da Lei 9.605/98, a Lei de Crimes Ambientais. Desta forma, somente a investigação deve fornecer uma reposta precisa, juntamente com a perícia realizada pelos profissionais técnicos habilitados a dar este parecer.

Poste um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Anúncio