Após horas de espera mulher morre em Hospital de Itapajé/CE


Uma mãe de família que teve sua identidade preservada, ainda na madrugada de segunda para terça-feira (28), deu entrada por volta das 5h00 da manhã no hospital Municipal (FUSEC), vindo a óbito na noite desta terça-feira (28), causada pelo um princípio de infarto. O quadro clínico da senhora foi confirmado após ser feito um eletrocardiograma e nele constatar que a paciente apresentava um princípio de infarto, tendo seu quadro de saúde agravado depois de várias horas na unidade hospitalar. Isto porque após detectado o principio de infarto, a paciente não foi transferida a tempo suficiente para Fortaleza, permanecendo por horas e horas no hospital, o que resultou na piora do seu quadro clínico, levando a mulher a óbito ainda na dependências do hospital municipal de Itapajé. 




É importante esclarecer que em casos como o ocorrido, onde o paciente apresenta princípio de infarto ou AVC, existe a penas um período de 4h denominado "janela" para que o paciente seja transferido para uma unidade hospitalar capaz de prestar o socorro necessário e tentar salvar sua vida. Isto porque caso não surja uma vaga no espaço de tempo de 2h, encaminha-se o paciente para vaga zero no hospital geral. Porque caso a vítima sobreviva às sequelas causadas são quase irreversíveis. Por tanto, este é o precedimento utilizado e adotado em casos específicos como este, que levou a senhora a óbito.

0 Comentários

Postar um comentário

Poste um comentário (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anunciantes parceiros