Em Bela Cruz/CE Polícia Cívil prende homem suspeito de estupro de vulnerável


A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem suspeito de estupro de vulnerável no município de Bela Cruz – Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17) do Estado. A ação policial aconteceu na tarde dessa quinta-feira (10). O homem encontra-se à disposição da Justiça na Penitenciária Industrial Regional de Sobral. O suspeito, de 37 anos, foi preso em flagrante em uma obra onde trabalhava como pedreiro. 


O crime ocorreu no dia 21 de abril deste ano, quando a vítima de 18 anos, que possui deficiência mental, teria saído com o suspeito da casa da avó materna, no município de Jijoca de Jericoacoara (AIS 17), sem o conhecimento da família. De acordo com as investigações, no mesmo dia, o suspeito teria ligado para a casa dos pais da vítima para informar que ela estava em sua companhia, mas não informou o endereço do local. 



No dia 23 de abril, o suspeito teria levado a vítima de volta para a casa dos pais em Jijoca. Lá, a jovem teria relatado ao pai que o suspeito a abusou sexualmente. A vítima passou por exames na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), que confirmaram o estupro .Desde então, o suspeito encontrava-se foragido. Com a expedição do mandado de prisão preventiva, os policiais civis da Delegacia Regional de Acaraú saíram em diligências e localizaram o suspeito trabalhando como pedreiro na zona rural de Bela Cruz. Após ser preso pelo crime de estupro de vulnerável, o homem foi encaminhado para a unidade prisional de Sobral, onde encontra-se à disposição da Justiça.

Denúncia:

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. As informações também podem ser direcionadas para o ‪‪(88) 3661-1017, da Delegacia Regional de Acaraú. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Fonte: PCCE

Participe do nosso grupo de Notícias no WhatsApp: É só clicar aqui.

0 Comentários

Postar um comentário

Poste um comentário (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Propagandas