Lideres de quadrilha de Itapipoca foram presos em flagrante com armas de fogo e documentos falsos


A Operação Fragmentado foi deflagrada pela Polícia Civil do Ceará (PCCE), na última terça (23), com o objetivo de cumprir 81 mandados judiciais, sendo 12 prisões domiciliares com uso de tornozeleira eletrônica, quatro prisões preventivas e 23 sequestros de bens, além de mandados de busca e apreensão e bloqueios de contas bancárias. Pelo menos seis suspeitos terminaram presos em flagrante.Com a busca e apreensão, a Polícia subtraiu do grupo criminoso centenas de cartões bancários e documentos falsos, 11 carros de luxo, uma motocicleta, joias, mais de R$ 50 mil em espécie e até seis armas de fogo. Os bens apreendidos e sequestrados somam um valor de cerca de R$ 5,5 milhões.

A descoberta de ilícitos resultou nas prisões em flagrante de líderes do esquema criminoso. Um deles é Denes Pereira Vidal, de 36 anos, que estava na posse de documentos falsos e ainda era um dos alvos de mandado de prisão preventiva. Segundo a Polícia Civil, Denes não tem emprego formal e nunca contribuiu para a Previdência Social, mas ostentava veículos luxuosos, um Chevrolet Camaro e uma Toyota Hilux.

0 Comentários

Postar um comentário

Poste um comentário (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Propagandas