O local recebe eleitores para realizar a atualização do título
Publicado em: 27/11/2019 as 18:30


Dois homens foram presos, nesta quarta-feira (27), por vender lugar na fila no Mutirão do cadastro biométrico, no Centro de Eventos, em Fortaleza. Até sexta-feira (29), o local recebe eleitores para realizar a atualização do título.segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), foi realizado o reforço no policiamento no local para evitar esse tipo de infração. Ainda de acordo com o órgão, eleitores aguardam até 10 horas para realizar o cadastro, obrigatório para garantir o direito ao voto nas eleições municipais de 2020."A Justiça Eleitoral não compactua com esses casos e já tem repassado as denúncias aos órgãos de segurança, a quem compete coibir essa prática. A fila é um instrumento de defesa da democracia. a negociação de lugares na fila e/ou a venda de senhas ofende, portanto, a própria democracia", alertou o órgão.o prazo para regularizar o título de eleitor e garantir o voto nas próximas eleições segue até o dia 29 de novembro e não terá adiamento.No mutirão de cadastramento biométrico do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), realizado no Centro de Eventos do Ceará, eleitores reclamaram da falta de organização e até da vendas de senhas para atendimento. Neste domingo (17), o TRE-CE distribuiu três mil fichas. O objetivo do órgão é registrar 523 mil cidadãos antes das eleições 2020.

Curta a nossa página no Facebook: é só clicar aqui