O equipamento deve ficar pronto em três anos
Data desta publicação: 09/05/2019

O Grupo Heineken anunciou plano de ações de sustentabilidade do parque de energia eólica construído em Acaraú. Distante 238 quilômetros de Fortaleza, o município recebeu equipamentos com capacidade de gerar 112 mil megawatt-hora (MWh) por ano. Foram investidos R$ 200 milhões e a empresa pretende realizar ações de sustentabilidade na região em três anos,a construção do parque nasceu da parceria entre a empresa portuguesa Tecneira com a fabricante de bebidas Brasil Kirin, em 2013. À época, a pretensão era investir cerca de R$ 100 milhões no projeto, que seria inaugurado no ano seguinte em área física de 214 hectares. Em 2017, porém, a Heineken adquiriu a Brasil Kirin, tornando-se assim a segunda maior cervejaria do País,além da obtenção de 12 fábricas e de rede própria de distribuição e vendas, o grupo holandês recebeu o parque de Acaraú, o qual será composto por 14 turbinas que visam contribuir com o alcance de metas da empresa relativas à emissão de gases poluidores do ar. Traduzida como "mais com menos", a estratégia da companhia seria a de promover a reflexão e a mudança de comportamento na questão ambiental,"neste primeiro momento, estamos investindo ainda mais esforços nos pilares de consumo responsável e de redução de emissões de CO2. Nesse sentido, fazer mais com menos será a premissa da nossa atuação", explica a gerente de Sustentabilidade do grupo no Brasil, Ornella Vilardo. Ela informa ainda que entre os planos da Heineken está o uso de 100% de suas operações funcionando a partir de energia limpa até 2023.


Secretário-executivo de Energia e Telecomunicações do Estado, Adão Linhares diz que acompanhou as discussões do projeto desde o início. De acordo com ele, iniciativas que privilegiam energias limpas e renováveis são "positivas". "As características de energia eólica que temos no Ceará, naturalmente, são muito importantes, porque agregam valores e resultados não somente para o Estado, mas também para o Nordeste e para o País", declara,com 15 unidades espalhadas por todo o País, a cervejaria informa gerar mais de 13 mil empregos. A empresa não disse ainda, no entanto, quantas pessoas serão empregadas no parque eólico de Acaraú nem sobre início das obras.

Fontes: O POVO Online