No Youtube e agora no blog

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Novo risco de rompimento de uma barragem deixa o ceará em alerta

quinta-feira, abril 04, 2019 postado por bruno bruno nenhum comentário
Zona norte do ceará é a mais atingidas pelo os temporais
data desta publicação: 04/044/2019 AS 10:17


A parte norte do ceará está em alerta, as chuvas mais intensas está concentrada mais nessa região desde o início da quadra chuvosa, fizeram com que afluentes, barragens e açudes aumentassem consideravelmente o nível das águas. Agora, o temor é pelo rompimento de uma barragem que fica a 40 km de distância de Santana do Acaraú, no Município de Morrinhos,o açude pilões construído a 81 anos está perto de chegar a sua cota máxima, a parede do açude apresenta erosões e o sangradouro está obstruído, segundo a defesa civil do estado o risco de rompimento existe é pertinente "ele sugere uma atenção especial com o reservatório que é particular e não possui registros na Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra) ou Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). "Há um desgate da parede", observou Maranhão.

Mês de abril será acima da média

Em bora a barragem fique em Morrinhos a cidade de Santana do Acaraú seria a mais afetada com um eventual problema no açude por estar geograficamente abaixo do reservatório a defesa civil do estado já está ciente dos problemas causado pela as chuvas no ceará , técnicos estão avaliando as condições de todos os reservatórios sejam aqueles particulares e os que são monitorado pela COGERH, na zona urbana, mais transtorno. O nível do rio que corta o Município aumentou e deixou pelo menos cinco bairros alagados. O Alto da Liberdade foi o mais afetado. Residências foram inundadas durante a madrugada dessa quarta-feira e cinco famílias tiveram que ser removidas de seus imóveis. Elas foram abrigadas em uma escola pública.

Rio Coreaú 

Já na cidade de Granja a 300 km da capital fortaleza o rio Coreaú subiu muito e ameaça invadir ruas e casas da cidade isso porque o rio subiu mais de 3 metros e caso atinja 4 metros, a barragem Limão Brandão, que recebe essa água, irá transbordar. "Se isso acontecer, casas de vários bairros serão alagadas. Os mais afetados serão Barrocão e Lagoa Grande, e depois as águas vão inundar o Centro da cidade", explicou o contador José Carlos Henrique, o rio Coreaú nasce na Serra da Ibiapaba e passa por nove municípios. Neste percurso, ele abastece três reservatórios. Todos já estão transbordando: o Gangorra, em Granja; o açude Angicos, em Coreaú, e o Várzea da Volta, na cidade de Moraújo. Os três não atingiam, juntos, a cota máxima há dez anos. Em 2009, partes das cidades de Ubajara, Frecheirinha e Granja foram inundadas.



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário